São Luís (MA) -Domingo 19 de Novembro de 2017

INSTITUCIONAL

Utilidade Pública

Comunicação

Turismo em Foco

Rede de hotéis da capital registrou baixo movimento no período de carnaval

Imprimir PDF

joao barros2O setor hoteleiro de São Luís atravessa a pior fase de todos os tempos. A informação é da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Maranhão (ABIH-MA). Em entrevista a O Imparcial, online o presidente da entidade João Barros, there disse que durante o Carnaval, período do ano que atrai muitos turistas, houve uma queda significativa no recebimento de turistas nos estabelecimentos hoteleiros da capital maranhense, quando comparado a anos anteriores. Segundo ele, o percentual de pessoas que se hospedaram nos hotéis durante o período carnavalesco, registrou baixa nos últimos três anos.

”Esse ano foi o pior mês de fevereiro que nós já tivemos em toda história da hotelaria em São Luís. Em 2012 tivemos uma procura da ordem de 59%, em 2013, esse percentual caiu para 55%, já esse ano, a queda continuou e tivemos uma procura de apenas 47%. Uma queda de quase 10 pontos percentuais”, explicou.

Ainda de acordo com o presidente, isso é resultado da falta de infraestrutura da cidade. Ele relata que no Carnaval houve um grande êxodo de pessoas para o interior do estado, ele atribui também, a pouca procura dos turistas por São Luís, à falta de segurança, principalmente depois dos últimos acontecimentos violentos envolvendo atos criminosos, ocorridos desde o começo do ano.

“Os feriadões sempre traziam muitos turistas, dos estados do Pará, Piauí, Tocantins e mesmo de outras cidades do Maranhão, para São Luís. Estudos mostram que 85¨% dos turistas que procuram a cidade, são desses estados. Porém, não percebemos a presença desses visitantes durante o feriadão do Carnaval”, completou.

Para o secretário adjunto da Secretaria de Turismo do Maranhão (Setur), Carlos Martins, a queda no número de turistas durante o Carnaval, em São Luís, ocorreu devido a concorrência da folia em outras capitais nordestinas, como Salvador e Fortaleza, que são tradicionalmente reduto dos foliões.

Já São Luís, segundo Carlos Martins, não é mais tido um destino de Carnaval. Ele acrescenta ainda, que mesmo, os turistas que vem para essas festividades na capital, não se hospedam em hotéis, mas em casa de parentes, e completa dizendo que o público da rede hoteleira ludovicense geralmente são os turistas que participam de congressos e eventos.

Fonte: *Reportagem de Gladys Alves - Jornal O Imparcial 15/03/2014